Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Índice de notícias > Diretor-presidente do ITI participa de debates sobre biometria
Início do conteúdo da página

Diretor-presidente do ITI participa de debates sobre biometria

Publicado: Quarta, 30 de Agosto de 2017, 15h15 | Última atualização em Quarta, 30 de Agosto de 2017, 15h15

O diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI Gastão Ramos participou ontem, 29 de agosto, do Biometrics HITech e do XIV Congresso Brasileiro de Identificação, eventos realizados paralelamente em Brasília. Além de integrar um dos Fóruns de debate, o mandatário do ITI compôs a mesa solene de abertura dos eventos, que têm foco no debate de temas ligados à biometria, tecnologias e técnicas de identificação humana.

Ramos falou na mesa de abertura sobre a importância da divulgação do ITI e da certificação digital ICP-Brasil, para que a tecnologia seja amplamente utilizada em soluções que necessitem de identificação segura e validade jurídica. “O certificado digital ICP-Brasil é uma tecnologia bastante segura, porém pouco conhecida. Queremos tornar o certificado digital um produto popular, para que todos sejam beneficiados por esse sistema”, destacou.

Participaram ainda da mesa de abertura o presidente da Associação Brasiliense de Peritos Papiloscopistas – ASBRAPP Rodrigo Meneses de Barros, o presidente da Federação Nacional dos Peritos Oficiais em Identificação – Fenappi Antonio Maciel Filho, o co-fundador do Biometrics HITech Luciano Cozzo, o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS Leonardo Gadelha, o diretor do Instituto de Identificação da Polícia Civil do DF Claudionor Batista dos Santos e o diretor do Instituto Nacional de Identificação – INI, Brasílio Caldeira Brant.

Fórum Político

Após a mesa de abertura, o diretor-presidente do ITI participou do Fórum Político com foco nos debates a respeito da Lei de Identificação Civil Nacional – ICN e do PL 4927/16, que trata da integração dos dados biométricos civis e criminais dos estados com o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública – Sinesp.

Ramos falou sobre o exemplo do uso do certificado digital na Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica – CNH-e, um documento digital que terá validade graças à assinatura com certificado digital ICP-Brasil. Da mesma forma, segundo o diretor-presidente do ITI, a certificação digital pode ser utilizada para aprimorar a Identificação Civil Nacional, que será um documento seguro para o acesso do cidadão brasileiro aos serviços ofertados pelo governo eletrônico.

“O ITI tem condição técnica para apoiar o projeto de Identificação Civil Nacional e interesse em ajudar em seu aprimoramento, para que ele tenha as melhores práticas de identificação com segurança”, afirmou Gastão. O presidente da Fenappi Antonio Maciel Filho foi o mediador do Fórum, que contou ainda com a participação do presidente da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais – Arpen-Brasil Arion Cavalheiro e do presidente-executivo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital – ABRID Célio Ribeiro.

Fim do conteúdo da página